EPIDEMIOLOGIA DA SÍFILIS EM GESTANTES EM PERNAMBUCO

EPIDEMIOLOGY OF SYPHILIS IN PREGNANT WOMEN IN PERNAMBUCO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.59788/resp.v2i1.51

Palavras-chave:

Sífilis. Gestantes. Iniquidades sociais. Infecções sexualmente transmissíveis.

Resumo

Objetivo: Realizou-se abordagem epidemiológica tripla da reprodução da sífilis em gestantes no Estado de Pernambuco. Método: Estudo transversal descritivo, conduzido nos 184 municípios de Pernambuco mais Fernando de Noronha, a partir dos casos de sífilis em gestantes notificados entre 2011 a 2020 por município de residência coletados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil e Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Analisaram-se as características clínicas e sociodemográficas das gestantes, assim como a distribuição espacial da taxa de incidência. Resultados: Verificou-se elevada incidência de ocorrência de sífilis em gestantes em Pernambuco. A taxa aumentou no período, movimentando-se para o interior do estado. A maioria das mulheres eram jovens ou adolescentes, pardas, e foram diagnosticadas tardiamente, sugerindo ineficiência dos serviços de saúde. Conclusão: A sífilis em gestantes em Pernambuco é um grave problema de saúde pública, clarificado pelo acentuado aumento no período, penalizando mulheres jovens e pardas. A oferta ineficiente de serviços piora o quadro. Seu controle exige urgente confluência de ações dentro e fora do setor saúde, visando redução de iniquidades com a combinação certa de políticas governamentais. Sugere-se, principalmente, melhoria na assistência ao pré-natal, diagnóstico, tratamento adequado, ações de saúde e notificação.

Downloads

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Feliciano da Silva, G., Cristelle de Sales Mélo, M., Carolle Azevedo de Oliveira, E., & Regadas de Macedo Quinino, L. (2024). EPIDEMIOLOGIA DA SÍFILIS EM GESTANTES EM PERNAMBUCO: EPIDEMIOLOGY OF SYPHILIS IN PREGNANT WOMEN IN PERNAMBUCO. Revista De Epidemiologia E Saúde Pública - RESP, 2(1). https://doi.org/10.59788/resp.v2i1.51

Edição

Seção

Artigo Original